AÇÕES 2017

08/08/2019
MS - Polícia Militar Ambiental de Coxim e IMASUL autuam criador de pássaros em R$ 64 mil por manter aves silvestres em extinção ilegalmente em cativei

Policiais Militares Ambientais de Coxim em trabalho conjunto com fiscais do IMASUL realizaram atendimento de denúncia, de que um homem mantinha várias aves silvestres dentro de gaiolas em sua residência, em uma fazenda no Município de Pedro Gomes. As equipes foram ontem (7) à propriedade rural e encontraram na residência do denunciado 29 gaiolas, contendo uma ave em cada uma e armadilhas do tipo alçapão.
Dos 29 pássaros, três eram da espécie Canário-Belga, isentos de controle ambiental conforme legislação. As demais eram silvestres das espécies, sendo um Papagaio, dois Canários-da-Terra, 11 Bicudos-verdadeiro e 15 Curiós. Apenas os Bicudos-verdadeiros e Curiós possuíam anilhas. As equipes verificaram que as aves pertenciam a um criador autorizado pelo órgão ambiental, residente no centro de Pedro Gomes e também na fazenda. Várias irregularidades administrativas e crime foram caracterizadas. O criatório era registrado na cidade de Sonora, portanto, os animais não poderiam estar naquele local. Havia animais sem anilhas, indicando que o criador fazia captura e, inclusive, foram encontrados alçapões. 26 aves com gaiolas e três armadilhas do tipo “alçapão” foram apreendidas.
O infrator (47) não estava no local, mas foi identificado por meio de sua companheira e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e multado em R$ 64.000,00, tendo em vista que havia animais na lista de espécies em extinção. Os pássaros foram encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.