AÇÕES 2017

02/08/2018
MS - PMA de Jardim autua fazendeiro campo-grandense em R$ 7,8 mil por desmatamento ilegal de vegetação nativa em Maracaju.

Campo Grande (MS) – A PMA de Jardim realizou vistoria em uma propriedade rural no município de Maracaju, durante vistoria relativa à Operação Cervo-do-Pantanal, que visa ao combate ao desmatamento ilegal e verificou ontem (1), que uma área de vegetação nativa do bioma cerrado havia sido desmatada ilegalmente. Os policiais mediram a área desmatada ilegalmente com uso de GPS, que perfez 7,86 hectares destruídos.
O pecuarista (76) suprimiu a vegetação entre os anos de 2013 e 2015 e não possuía autorização ambiental para a atividade e, no lugar da floresta desmatada, havia pastagem e criação de gado no local. A madeira proveniente da vegetação desmatada não se encontrava mais na propriedade. As atividades foram interditadas.
O infrator, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e recebeu multa administrativa de R$ 7.860,00. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção.
O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.
A PMA continua realizando vistorias relativas à operação Cervo-do Pantanal contra o Desmatamento, em parceria com o Ministério Público Estado (MPE), nas propriedades rurais. Em todo o Estado, no primeiro semestre foram 63 proprietários rurais autuados, sendo vistoriado um total de 1.807,75 hectares de desmatamentos ilegais e foram aplicadas multas que perfizeram o valor de R$ 1.361.828,00.