AÇÕES 2017

19/11/2019
MS - Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas autua três em R$ 8,5 mil por pescar durante a piracema no rio Verde em Água Clara.

Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas, que trabalham no Posto Avançado da Cachoeira Branca, no rio Verde, montado desde o dia 5, para vigilância dos cardumes na cachoeira e monitoramento deles no rio durante a operação Piracema, realizavam fiscalização fluvial no município de Água Clara e autuaram três pescadores por pesca durante o período de defeso.
Desde sexta-feira (15), dois Policiais monitoram cardumes que ainda não chegaram à cachoeira, mantendo um Policial 24 horas na própria cachoeira, onde existe um Posto. A equipe embarcada abordou dois infratores que iniciavam pescaria ilegal em uma embarcação. Eles não tinham capturado nenhum pescado. Um barco, um motor de popa, oito molinetes com varas foram apreendidos. Os pescadores, de 45 e 55 anos, residentes em Água Clara, foram autuados administrativamente e multados em R$ 3.000,00 cada um.
Há pouco, às 10h30 de hoje (19), a equipe abordou outro pescador em outra embarcação também praticando pesca durante a piracema. O infrator, residente em Água Clara, que ainda não tinha capturado nenhum pescado, foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.500,00. Com ele foram apreendidos: um barco, um motor de popa e um molinete com vara.
Todos os infratores responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena prevista é de um a três anos de detenção.
A PMA revezará as equipes e continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, neste período crítico de piracema.