AÇÕES 2017

20/10/2019
MS - Polícia Militar Ambiental de Cassilândia autua paulista em R$ 64 mil por maus tratos ao deixar 128 cabeças de gado sem alimento causando mortes d

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Cassilândia receberam denúncias de possíveis maus-tratos a animais, em virtude de abandono de gado sem pastagem, em uma fazenda no município. A PMA foi ao local por duas vezes para levantamentos e verificou tratar-se de uma fazenda pertencente a um homem de 48 anos, residente em Penápolis (SP). A equipe verificou que a pastagem estava totalmente degradada, em grande parte apresentando somente a terra nua sem gramínea e o gado não conseguia mais retirar alimento.

Todos os animais estavam extremamente debilitados, alguns não conseguiam mais se levantar e outros mortos. Segundo o funcionário da fazenda, ele havia enterrado 23 reses encontradas mortas pela desnutrição. A PMA verificou que o proprietário até colocara algum feno para o gado, mas em quantidade muito inferior ao necessário e não era continuada a disponibilidade de alimento. A Polícia Militar Ambiental apreendeu o gado e acionou a Agência Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO) para as providências relativas aos animais.

Ontem (19), o infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 64.000,00 por maus tratos aos animais. O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.