AÇÕES 2017

05/10/2019
MS - Polícia Militar Ambiental prende e autua paulista em R$ 1 mil por pesca predatória ao capturar pescado acima da cota permitida.

Policiais Militares Ambientais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda, em Bonito, realizavam fiscalização no rio Miranda no município durante a operação Pré-piracema hoje (5) pela manhã e, em um rancho à margem do rio, encontraram em uma bolsa térmica diversos exemplares de peixes da espécie piavuçu, pesando 19 kg, que analisados estavam dentro dos tamanhos de captura e teriam sido capturados com petrechos permitidos.
No entanto, na análise da cota, o pescado estava acima do que se permite a legislação, que são 5 kg, mais um exemplar e cinco piranhas. Separando o exemplar maior, que pesou 1 kg, ele poderia levar mais 5 kg, o que caracterizou excesso de 13 kg, ou seja, mais do que o triplo de pescado que poderia capturar e levar. O pescado foi apreendido.
Foi lavrado um auto de infração administrativo e aplicada multa de R$ 1.080,00 contra o pescador (45), residente em Cosmóplois (SP). Ele também responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena para o crime é de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.