NOTÍCIAS

01/11/2016
CURSO ESTRATEGIAS PARA A CONSERVAÇÃO E PROTEÇÃO DA NATUREZA INICIA EM JULHO

CURSO ESTRATEGIAS PARA A CONSERVAÇÃO E PROTEÇÃO DA NATUREZA INICIA EM JULHO
Oferecido como extensão universitária, a fase inicial do curso será realizada à distância

Foi divulgada a data para a nova edição do curso Estratégias para Conservação e Proteção da Natureza (CECPN), destinado a oficiais das PMs Ambientais de todo o Brasil. O curso terá início em julho, na modalidade à distância, e entre 03 a 12 de novembro acontece o encontro presencial, nas áreas da Serra do Amolar, no Pantanal. O convite já foi encaminhado a todos os comandos das PMs do Brasil que deverão abrir um processo de seleção interna. Dentre os requisitos para se inscrever estão: título de curso superior, posto de tenente ou capitão e servir em unidades de policiamento ambiental por no mínimo 1 ano. Este ano, pela primeira vez, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul / Campus Pantanal (UFMS/CPAN) participa oficialmente do evento, que terá formato de curso de extensão universitária.
O objetivo do CECPN é estimular a revisão e aprimoramento das estratégias de atuação das polícias militares ambientais, como base nos conhecimentos específicos, nos preceitos legais e institucionais e no respeito às diferentes características e culturas dos biomas brasileiros. Com ênfase nas estratégias ambientais preventivas, trata-se de um espaço formativo e colaborativo, que estimula e facilita a troca de experiências e o diálogo entre as unidades ambientais dos vários estados e dessas com outras organizações governamentais e não-governamentais e o setor privado – sempre tendo como foco a proteção dos recursos naturais.
Promovido há mais de 15 anos pelo Instituto Homem Pantaneiro (IHP) e a Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar (RPCSA), o curso é realizado em parceria com o Comando Geral da PM Ambiental de Mato Grosso do Sul. Além da UFMS/CPAN, tem o apoio de outras organizações, dentre elas a Fundação Boticário de Proteção à Natureza. Em suas várias edições, sempre no Pantanal, mais de 600 oficiais-alunos freqüentaram o CECPN que é considerado uma referência na qualificação do policiamento ambiental no País.
O IHP e os seus parceiros acreditam no potencial das PMAs Ambientais do Brasil.